FALE COM A GENTE

Estrada do Pacuí 141

Vargem Grande | Rio de janeiro | RJ

​​Tel: +55 21 2497-0615

Whatsapp: +55 21 98033-6566

iqbal@iqbal.com.br

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Copyright© 2014 - IQBAL KENNEL - Todos os direitos reservados

Filiado: Brasil Kennel Club (BKC) | Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) | Fédération Cynologic Internationale (FCI)

Designed by Giulianna Ciuffo Design

BORDER COLLIE

EXTREMAMENTE ATIVOS, LEAIS E SUPER INTELIGENTES

HISTÓRIA

1/1

Especula-se que a raça tenha sido introduzida no século V a.C., na Grã-Bretanha, pelas tribos celtas que viajaram pela Europa. As primeiras indicações conhecidas desta raça remontam ao século X, quando se tornou o principal rival do lobo. O Border Collie tem a alta capacidade dos cães da raça em cercar e levar de volta aos seus pastores os rebanhos de ovelha.

Em 1873 foi realizada pela primeira vez uma competição para definir qual seria a melhor raça de cães pastores de ovelhas. Ao contrário da grande maioria das raças competidoras, o Border Collie não juntava ou trazia de volta os rebanhos por meio de latidos ou da agressividade e sim, parando e posicionando-se em frente às ovelhas, usando sua própria figura e olhando para intimidar os animais e fazendo com que lhes obedecessem.  O Border Collie Hemp foi o grande responsável por dar origem à propagação da raça, se destacando em função dos resultados da competição, gerando uma série de descendentes e assim foi considerado o cão que deu origem à raça Borde Collie, onde ficou estabelecido o padrão da raça em 1906 levando em conta o comportamento e habilidade para o trabalho no pastoreio.

Nesta época, eles não eram batizados como hoje em dia e chamados de Sheepdogs (pastores de ovelhas), passando a receber o nome de Border Collie em referência à área de origem entre as fronteiras escocesa e inglesa em 1915, e neste mesmo ano no continente americano o Border Collie passou a ser admirado, também, pela sua beleza e muitos amantes destes cães passaram a defender o reconhecimento da raça pelo American Kennel Club (AKC)

De qualquer forma, o olhar, embora nunca tenha sido uma preocupação real para os criadores e proprietários da raça, pouco mudou desde 1790, ano em que uma xilogravura mostrou um cão pastor com grande semelhança ao Border Collie atual. A popularidade dessas raças começou com a rainha Vitória, que tinha vários exemplares. Um retrato em 1860, com a imagem de um de seus cães, Gypsie, um animal que mostra semelhança principalmente com um Border Collie de raça pura.

Em 1951, foi feito pela primeira vez um livro de origens da família, contendo uma lista com mais de 14.000 cães registrados.

No ano de 1995, os Border Collies foram, finalmente, integrados à lista de cães de exposição da AKC, ganhando destaque até hoje em provas do tipo, além das que envolvem atividades esportivas para cães.

 

PERSONALIDADE

O Border Collie é uma raça de cães de trabalho e pastoreio desenvolvida na região da fronteira anglo-escocesa para pastorear gado , especialmente ovelhas . Foi criado especificamente para inteligência e obediência .

Considerados altamente inteligentes, extremamente enérgicos, acrobáticos e atléticos, eles frequentemente competem com grande sucesso em testes de cães pastores e esportes de cães . Eles são frequentemente citados como os mais inteligentes de todos os cães domésticos. Border Collies continuam a ser empregados em seu trabalho tradicional de pastoreio de gado em todo o mundo .

É importante a relação entre exercício, saúde mental e saúde física deste cão. Não pense que uma caminhada diária com ele na coleira irá proporcionar exercício suficiente para o Border Collie. O ideal é uma área aberta e segura (como um quintal bem cercado), em que o seu cão possa correr livremente por um tempo. Em apartamento, é bem possível que um cão desta raça específica não se adapte bem, sofrendo por não ter espaço suficiente para praticar suas atividades. Pequenos passeios com o cão preso a coleira não são o bastante para que ele gaste toda a energia que precisa.

Extremamente ativos e inteligentes, os cães Border Collie já têm, hoje, uma categoria separada para a sua raça específica dentro das competições do esporte canino chamado de Agility.

Excluída a possibilidade de que o cão não consiga gastar toda a energia que precisa, o Border Collie é um animal absolutamente fiel e dedicado aos seus donos – demonstrando claramente o seu sentimento de prazer em realizar tarefas e comandos específicos quando ordenados por seu proprietário. Focado, o cachorro desta raça costuma se entregar por completo ao que lhe é proposto; sendo, ainda, muito desconfiado em relação a desconhecidos e bastante protetor e ciumento com seus donos mais próximos.

TEMPERAMENTO

O Border Collie é um cão trabalhador, leal, vital e muito inteligente. A sua capacidade de aprendizagem é muito alta e ele é um cão muito submisso ao seu proprietário sendo um animal reservado com estranhos e não muito dado a atividades de cão de guarda ou defesa de propriedades.

Além de ser bom em obedecer, o Border Collie é um cão que se sente satisfeito ao realizar uma ordem ou comando de seu dono, e os seus primeiros sinais de lealdade já podem ser notados logo após o desmame. Em função disso, é indicado que o treinamento destes cachorros seja iniciado ainda antes das demais raças, permitindo que a docilidade do cão ainda seja predominante durante a fase de adestramento.

Bem adaptado para a vida familiar, o Border Collie convive bem com seres humanos e também com outros animais domésticos, podendo viver tranquilamente em lares que já contam com a presença de pets como gatos e pássaros, entre outros. Considerado a raça mais inteligente do mundo, esse cachorro também costuma ser extremamente fiel, e o seu costume de ‘encarar’ outros animais pode fazer com que alguns deles se irritem consideravelmente.

 

Embora tenha, na maioria das vezes, uma relação bastante calma e tranquila com animais de outras espécies, o Border também conta com instintos de caça bastante aguçados e presentes, e costuma ser o líder quando convive entre outros cães.

Dono de um nível de energia bastante alto, o Border Collie precisa viver em espaços em que possa se mexer e praticar algum tipo de atividade física já que, sem isso, tanto a sua saúde como o seu humor podem sofrer consequências indesejadas.

Geralmente é dado que o Border Collie possui dois tipos de pelagem: curto e longo, mas essa é uma visão muito simplista. O que podemos dizer é que a pelagem do Border Collie pode ser longa, curta e tudo o que estiver entre essas duas.

E tudo se torna ainda mais variado quando falamos nas cores da pelagem. A única regra é que a quantidade de pelagem branca não pode ser predominante. Frente a isso há a possibilidade de mais de 50 tipos de pelagens diferentes quando consideramos somente a variedade de cores e padrões.

Border Collies são geralmente fáceis de cuidar. Eles não exigem banhos frequentes, mas precisam de escovação semanal para se livrar de qualquer pelo extra que esteja preso. Como qualquer outra raça, Border Collie realiza a troca de pelos periódicas e, por eles serem mais longos, a quantidade de pelo é muito mais perceptível. Eles possuem pelagem composta, portanto, a tosa não é recomendada.

PELAGEM